Arquivo para a tag “São Paulo”

5 apps maravilhosos!

Sou ALOKA dos apps. Sempre baixo vários por semana (e deleto outros vários com a mesma facilidade). Esses são os meus novos queridinhos (vale a pena pegar!):

1) Taxibeat:

Taxibeat Brasil O TAXIBEAT é meu app de taxi favorito para chamar taxi. Extremamente simples e tem um ótimo “pós-venda” (mas por enquanto só atende SP e RJ). Testei o EasyTaxi, o 99Taxis e o Way Taxi e acabei ficando com esse. Por quê?

1º Porque posso escolher o taxista que eu quero. Ao contrário dos outros que vc vai ou no primeiro que aceita a chamada ou no que está mais perto. Nem sempre eu quero o taxi mais perto, o que fazia o taxista esperar uns minutinhos.

2º Posso escolher o carro que me atenderá melhor. O app traz informações de todos os veículos; se levam animais de estimação, se tem ar condicionado, se te pega no aeroporto, formas de pagamento, se disponibiliza carregador, wi-fi, tv, quais os idiomas que o cara fala e tal. Bem completo!

Não dá seu telefone pro taxista! Ao contrário dos outros apps, que o taxista tem o seu número e pode te ligar, no Taxibeat ele só pode te mandar mensagem pelo app (como uma notificação) e, se você quiser ligar pro cara, o númerodele está ali. Ficava bem incomodada com os outros apps, por disponibilizarem meu número assim.

Disponível para iOS e Android!

2) Camera360

 Amo o CAMERA360. Adoro tirar fotos por ele e tratar por lá. São 18 categorias de efeitos: MagicSkin, Enhance, Lomo, LightColor, HDR, Retro, Sketch, Colorful, Cartoon, Dreamlike, 1839, Funny, Ghost, Magic Color e B&W. Ao contrários dos filtros do instagram, que você não pode “dosar”, aqui você controla a manipulação da foto. Ainda tem timer de até 50 segundos, flash e você ainda ajusta a câmera para self shoot, burst, doubleEx (quando você tira duas fotos e ele sobrepõe, sabe?), etc. Vale a pena!

Disponível para iOS e Android!

3) 8mm

 Um dos mais legais para filmar! Com o 8mm dá pra fazer vídeos com efeitos super legais (e com aquela carinha de vídeo de analógica mesmo). Você pode trocar a lente, o filme, ligar o flash e tem até Frame Jitter proposital (como se o vídeo atrasasse e o frame fica meio cortando, sabe?!). O filme 60s é um dos meus preferidos!

Só para iPhone, iPad e iPod. App pago!

4) Dieta e Saúde

 App bem completo para quem quer cuidar da alimentação, do corpitcho e da vida. O DIETA E SAÚDE é bem completo e eu já uso há um bom tempo. Tem uma tabela ótima de calorias (e valores nutricionais) dos alimentos, usa a contagem de pontos (para quem curte desse jeito), te lembra de comer de 3 em 3h e ainda monta uns gráficos com a sua evolução. O único probleminha dele é que não dá pra inserir a quantidade de exercício praticada.

ATENÇÃO! O app não substitui o profissional, viu?! Se você quer fazer dieta, procure um nutricionista ou nutrólogo antes.

Disponível para iOS e Android!

5) Rando

 O RANDO é tipo uma rede social sem amigos, mas muuuuito legal! Você tira uma foto de onde está/ o que tá fazendo/ whatever (não dá pra usar as fotos do álbum!) e envia pelo app. Ai, alguém, em algum lugar do mundo (totalmente randômico) recebe e vê apenas a sua foto e sua localização. E, ao enviar uma foto, o app te manda uma também, de uma pessoa qualquer, de algum lugar do mundo. Você nunca sabe quem te mandou a foto e nem quem recebeu a sua, tudo o que vê é a localização da pessoa. E nessa eu já recebi foto de NY, China, Paris, Coréias, Floripa, EUA, etc. É super divertido ver o que pessoas aleatórias estão vendo/ fazendo por aí.

Disponível para iOS e Android!

Quais são os seus apps favoritos?

Anúncios

Farofada, arte e muito amor!

Eu adoro uma festa, né?! Festa com música boa então, é tipo amor verdadeiro! No fim de semana a Pepsi me chamou pra um evento muiiiiiito legal. O nome da festa é Farofada (já ouviram falar?) e essa foi a terceira edição. E OMG, aconteceu tanta coisa nessa noite que eu nem sei por onde começar… Vamos por partes!

foto (12)

Primeiro, a ação super inusitada que Pepsi fez no evento.

1 Eles levaram um caminhão de distribuição lá pro meio da galera e disponibilizaram pincéis, tintas, sprays e todo o material necessário para que o pessoal da festa pudesse soltar a imaginação e toda sua veia artística numa arte coletiva. A gente podia desenhar/ escrever/ rabsicar o que quisesse no caminhão, muito fera!

6Aí depois, claro, dois grafiteiros iam dar um tampinha na pintura, só pra coisa ficar bonitona e tal. Mas sabe o que é mais legal disso?Esse caminhão vai rodar o mundo (sim, eu sou exagerada). Arte coletiva itinerante. Se você encontrar o caminhão grafitado de Pepsi por aí, pode saber que tem dedo meu ali! :P

8Segundo, o Sargento Pimenta é muito amor.

sargento3Já ouviram falar no Sargento Pimenta? É um bloco do Rio, bem famoso por lá, e que eu adoro! Eles tocam Beatles em ritmos de percussão. Gente, sério, eles são massa! Dá uma olhadinha nesse vídeo:

Terceiro, ainda existe gente boa nesse mundo!

Sou uma cabeça de vento assumida. Nem acho ruim das pessoas falarem isso de mim, porque é a verdade mesmo. E aí que no meio do vuco vuco da festa, perdi meu iPhone (detalhe: em menos de 2 meses me roubaram um iphone, comprei outro e ele caiu da minha janela: 10 andares!). Fiquei mega master plus arrasada! Poxa, mais um iphone, né?! Mas não! Liguei pro meu número, umas 7h da manhã e uma fofa iluminada gente boa linda que eu amo pra sempre e sempre amém atendeu e disse: “seu telefone tá comigo, já coloquei pra carregar (tava sem bateria) e pode pegar aqui em casa. Moro no lugar X.”. Gente! Sério! Amo essa menina.

Graças a Deus ainda tem gente assim no mundo <3 Que gosta de beatles, festa, pepsi e ainda devolve nosso celular! :)

Estou ocupada mudando o Brasil

Para quem ainda não sabe, a Oliveira Shoes está de site novo, de cara nova, lindão e… tem uma coluna minha no blog da marca! A coluna é semanal e é um espacinho pra eu dar algumas dicas, falar o que penso e tal (fiquem de olho!).

Pois bem, semana passada publiquei esse texto lá e fiquei com muita vontade de postar aqui, porque tem muito do que eu penso e muito do que eu passei nos últimos dias.

Estou ensaiando esse texto desde quinta-feira. Coloquei na cabeça que ia escrever sobre os últimos acontecimentos no país, mas confesso que não sabia como. Li tantas coisas, principalmente sobre teorias da conspiração, que já nem sabia o que pensar. Continuo atrás de informações, mas defini umas coisas na minha cabeça… um pouco.

Quinta-feira, 13 de junho.
Liberei minha equipe mais cedo da agência e tentei chegar em uma reunião. Por causa das ruas bloqueadas na Av. Paulista por policiais, o trânsito era absurdo e eu demorei muito tempo para conseguir dar a volta no quarteirão. A reunião ficou pro outro dia e eu fui direto pra casa.
Cheguei em casa reclamando da manifestação e de como estavam atrapalhando a minha vida. Morro de vergonha disso, mas aconteceu. Sentei para trabalhar e recebo um sms, de uma amiga: “Gabi, vc já saiu da agência? Tá rolando bomba na Paulista”. Oi? Bomba? Abri o facebook e twitter atrás de informações… Chorei! Chorei muito e fiquei com muita vergonha de mim, da minha falta de informação e com muita vergonha desse país. Li relatos de pessoas extremamente feridas pelas balas de borracha, vi fotos de amigos machucados, vi vídeos impressionantes. Não consegui dormir essa noite. Ficava pensando “como eu podia estar em casa se tanta gente estava lutando por algo que também era pra mim?!”, “como eu podia reclamar de uma manifestação que está protestando pelos meus direitos?”. Minha vontade era ir pra rua, pra dar minha cara a tapa também. Poxa, eu queria o que aquele pessoal estava defendendo, também era um interesse meu!

Segunda-feira, 17 de junho. 
Acordei super empolgada. Os últimos dias serviram para despertar um lado conformado, acostumado com o sistema e o governo. Participei de debates, chats, li muito o assunto e decidi ir pra rua. Sai da agência às 17h30, com alguns amigos, descemos até a Faria Lima a pé (era impossível entrar no metrô), dispostos a participar do 5º Ato contra o aumento da passagem. E, eu sei que vocês já cansaram de ouvir isso, mas ali, pra mim, não era pelos 0,20 centavos realmente. O aumento da passagem era a causa, mas ele era só a gota d`água. Todo mundo que estava ali tinha perdido a paciência. Fui pra rua porque queria a mudança, queria um transporte público melhor e queria (e quero!) tantas outras coisas.
E ali, no meio de uma multidão, eu vi um monte de gente que também estava cansada e tinha perdido a paciência. Tinha gente de tudo quanto é jeito, idade, cor, sexo, classe social, profissão e partido. Tinha um monte de gente unida por um ideal. Foi incrível!
Enquanto andávamos pela Berrini, recebemos notícias de Belo Horizonte, Brasília e Rio… O país estava se mexendo!

Terça-feira, 18 de junho.
Não existia outro assunto. E, na minha opinião, a manifestação já tinha cumprido um grande papel: trouxe uma consciência política para a nossa geração que nunca existiu. Assim, ok, eu sei que existe grupos de jovens engajados desde sempre no país (trabalho na Paulista, vejo manifestações pelo menos umas 2x por semana), mas quantos % eles representavam? Quantas pessoas eles atingiam? Os 0,20 centavos fizeram centenas de milhares de pessoas se mobilizarem, falarem sobre o assunto, discutirem ideais e, principalmente, se juntarem. Parecia que todo mundo estava mais sociável, mais educado e mais cidadão.
Novamente fui para a rua, mas dessa vez eu vi a coisa ficando feia.
A polícia chegou chegando e colocou todo mundo pra correr da pior forma possível. Com a repressão e toda raiva guardada por anos e anos, algumas pessoas perderam a cabeça e a avenida ficou parecendo um capo de batalha. E eu vi muita gente, que apoiava o movimento, mudar de opinião, chamar o protesto de “bagunça” e manifestantes de vândalos. Era isso que eles queriam. Queriam mostrar pra quem estava em casa que aquilo ali não passava de baderna e qua deviam temer a manifestação. E isso aconteceu.

Quarta-feira, 19 de junho.
Aqui em São Paulo o prefeito e governador anunciam a redução dos 0,20. A tarifa voltou ao que era. Vencemos a primeira batalha. Mas aquilo era motivo de comemoração? Não. Naquele momento a gente estava tão insatisfeito, com tanta coisa, que não conseguimos ficar felizes. No máximo ficamos um pouco esperançosos, poxa, lutamos por uma coisa e conseguimos. E o resto?

Quinta e os últimos dias…

As manifestações continuaram (e eu continuei indo pra rua!), mas estava tudo muito estranho. Várias pessoas estavam desanimadas, falando que não existia mais um foco (mas não eram vcs que falavam que “não era só pelos 0,20 centavos?”) e tantas outras já chamavam o protesto de festa. Também vi muta gente com medo de um “golpe” (tanta que até cogitei essa hipótese), como em 1964.
Calmaí! O gigante acordou e vai dormir de novo? Vai simplesmente falar “ah, tá ruim, mas a gente não tem um foco”? Que fogo de palha é esse?
Eu acho que o Brasil está bem ruim como está e quero fazer a minha parte. Pode não significar muito, mas depois de passar tanto tempo com a bunda no sofá, eu não consigo sentar de novo. Agora é a hora de tomar partido (vamos lá, né pessoal?! Sem utopias, tem que ter partido sim e temos que respeitar a opinião dos outros, democracia, lembram?), de continuar na rua, mas principalmente, é hora de se informar. Aceitar todos os eventos de protesto do facebook não é o melhor caminho, acredite. Pesquise antes sobre quem criou, o que aquele pessoal defende e quais são os seus objetivos. Discuta as mudanças, se reuna com seus amigos e falem sobre política, conversem com seus pais, familiares e colegas de trabalho, escute o que os outros tem a dizer e lute por algo que VC acredita. Vá pra rua para gritar por uma ideia que vc defende ou para reivindicar um interesse que também é seu! Vá pra rua buscar informação, conversar com gente que sabe mais que vc e faça parte disso! Deixe o mimimi e suas teorias da conspiração de lado, mude e faça parte da mudança! Estamos construindo um país novo. EU ACREDITO!

UPTADE!

Para quem dizia que “protesto sem líder para negociar não chega a lugar nenhum”, em duas semanas os manifestantes conseguiram: 1) redução das tarifas do transporte público e eliminação dos impostos sobre ele, 2) eliminação do 14o e 15o salário dos deputados e senadores, 3) uma proposta de plebiscito para reforma política, 4) derrubada da PEC 37, 5) transformação da corrupção em crime hediondo (aprovada no Senado, segue para a Câmara), 6) cancelamento do recesso parlamentar em julho, 7) primeira ordem de prisão pelo STF a um deputado federal, por desvio de verbas públicas, desde a Constituição de 1988… E essa lista vai crescer! Continuem com a faca no pescoço do Congresso, galera.

Suco DO VIVO

Fiz um post há umas 2 semanas contando um pouquinho de como mudei meus hábitos alimentares, minha rotina e como essa nova postura estava mudando meu corpo e minha vida. (Não leu o post? Ai que absurdo! Hahaha! Lê aqui então). Contei também que vira e mexe descubro uma novidadinha no mercado saudável, citei a chia (amor eterno, amor verdadeiro) e meu suco verde do coração. Como estava tomando o suco há pouco tempo, não falei muito sobre o bonitinho, mas agora já posso. E com vocês… O SUCO DO VIVO!

foto (5)O suco verde DO VIVO foi um achado pra mim! Não tenho tempo para lavar couve, picar frutas, bater meu próprio suco todos os dias, lavar louça e tal (também rola uma preguicinha de fazer suco só pra mim, confesso). E nunca faria em casa um suco tão completo como a Do Vivo faz. O suco é uma refeição completa: a água é extraída da maçã, pepino ou chuchu, tem grão germinado (grãos germinados são os únicos alimentos que chegam ao nosso organismo com o seu potencial vital totalmente inalterado. Um grão germinado pode ter seu teor de minerais ou vitaminas multiplicado em cerca de 20 vezes!), inhame, batata doce ou cenoura , abóbora, grama de trigo (fonte de vitaminas, minerais, cálcio e tem uma grande concentração de clorofila), hortaliças, verduras, gengibre e hortelã.

sucoE é gostoso! Ele não tem aquela consistência pesada dos sucos verdes que a gente faz em casa, porque é super coadinho, então fica bem mais fácil tomar. Geladinho então, é uma delícia.

O suco DO VIVO funciona assim: vc paga a mensalidade e eles entregam todo dia na sua casa (entre 3h e 6h da manhã) o suco fresquinho. Ainda dá pra escolher o tamanho da garrafinha: 300 ou 500ml (bom pra dividir com alguém). Fiz a assinatura da garrafinha de 300ml e paguei R$250. Dá uns R$11 por garrafinha (vamos lembrar que trata-se de uma refeição completa, riquíssima nutricionalmente, saudável, fresquinha e ainda entregue em casa), nada caro para quem paga R$60 numa pizza lotada de gordura #ficaadica.

foto (4)

Outra coisa, o suco DO VIVO tem 94% das quantidades de vitamina C que a gente necessita por dia. Sabe por que isso é bom? É um espanta gripe natural. Minha equipe tá toda podre essa semana, todo mundo gripado e tomando injeções e eu to aqui, inteirona. E tem mais um montão de vantagens! Me sinto mais disposta pela manhã, consumo vários nutrientes que às vezes ficavam de fora da minha alimentação e sinto que estou fazendo um bem enorme pro meu organismo (ele tá agradecendo). Dá uma olhadinha na tabela nutricional:

foto (6)Sabe o que é mais engraçado? Já to tããããão fã do suquinho verde que sábado e domingo, que o suco não vem, eu sinto falta. Mesmo.

Como o slogan deles diz: “LEVE VIDA PARA DENTRO DE VOCÊ“. Quem também curtiu, pode entrar em contato com eles pelo site, pelo facebook ou pelo telefone: (11) 4323-8486. 

 

 

#13Noir

foto (3)Ontem fui em um evento super legal, promovido pela Stella Artois, para divulgar o projeto #13Noir.

image_313Noir foi produzido pelo gracinha do Felipe Solari e pelo Pedro Urizzi e é baseado no “14 Actors Acting” (na versão gringa teve Matt Damon e Nathalie Portman).  Aqui no Brasil tem muita gente boa atuando:  Leonardo Miggiorin, Bruno Gagliaso, Bruno Fagundes (filho do Fangudão), Junior Lima, João Gordo, Giovanna Ewbank, Laura Neiva, Miá Mello, Cintia Rosa, Pedro Urizzi, Felipe Solari, Luisa Micheleti e Johnas Oliva.

imageO projeto é lindo! São 13 curtas com estética da década de 1940Film Noir (corações!), em que 13 atores vivem experiências inusitadas em cenas individuais. A trilha, toda de música clássica, é do Lucas Lima (sim, o marido da Sandy).

image (2)Bacana demais, né?! Parabéns aos idealizadores do projeto e à Stella Artois, por acreditar na ideia. A Stellinha é apoiadora dos mais importantes eventos ligados ao cinema no Brasil e no mundo. Eles valorizam muito a sétima arte, por representar a máxima expressão de popularidade, cultura e glamour. A marca patrocina os mais prestigiados eventos como o sofisticadíssimo Festival de Cannes (criado em 1946), que acontece na Riviera Francesa.

image_2

image_1@andressaroeder, @guicury, eu, @moisesducarely e @formagio

Dá o play aí o teaser e olha que show:

Beauty Bazar

Ontem fui passear pela Avenida Paulista e vi uma novidade super menininha. Abriu um quiosque no Shopping Center 3 chamado BEAUTY BAZAR.

foto (2)É tipo um point das unhas, gente! Tem esmalte de tuuuudo quanto é marca (Colorama, Hits, Big, Ana Hickmann, B.U, O.P.I, Bourjois, Latika, Revlon, Artdeco e mais um montão) e vários tipos de lixas, palitos, pinceis, espátulas, tesourinhas e outros instrumentos para deixar as patinhas belas, tudo lindo (amei os alicates de animal print!).

image_3

image_1 (2)Outra coisa que eles oferecerem são todos os acessórios para quem curte unhas artísticas. Tem as bolinhas para fazer unhas de caviar, coisinhas de texturas, mil adesivos legais, canetas e uns aplicadores para facilitar a vida de todos no mundo. Fiquei impressionada com a variedade dessa sessão do quiosque.

image_2 (2)O preço dos produtos e esmaltes varias muito (os esmaltes vão de R$3 a R$40), mas achei que seria MUITO mais caro que nos mercados comuns e ficou bem dentro do padrãozinho. Não dá para comparar com os preços de distribuidoras, claro (na Ikesaki um Colorama é R$1,90 e lá é R$3,50), mas é quase igual ao das farmácias. O esmalte da Revlon (meu preferidinho por custo X benefício, é sempre o que mais dura) custava R$ 17.

image (2)Para as viciadas em esmaltes (ou simplesmente quem adora uma novidade), vale demaaaais a visita! O Shopping Center 3 fica na Av. Paulista, 2064.

Cirque du Soleil

Ontem fui assistir o espetáculo do Cirque Du Soleil que está no Brasil: Corteo. Sou mega fã do Cirque, fico sempre maravilhada com as apresentações, perfeccionismo e como eles contam tão bem a história. E ontem não foi diferente! Várias vezes me peguei de boca aberta admirando a galera voar por todos os lados.

image

CirqueduSoleilCORTEOCorteo significa “cortejo” em italiano, é uma procissão alegre, conta a história de um palhaço (um italiano super peça rara!) que morreu e está assistindo (e participando) seu próprio funeral. Contrastando o grande e o pequeno (tem um gigantão lá e um casal de anões gracinhas), o ridículo e o trágico, a magia da perfeição e o charme da imperfeição, o espetáculo evidencia a força e a fragilidade do palhaço, mas também a sua sabedoria e ternura, para ilustrar o aspecto humano de cada um de nós. A música, às vezes lírica, às vezes divertida, transforma Corteo numa festa intemporal onde a ilusão brinca com a realidade.

corteo-cirque-du-soleil4Lindo, emocionante, de arrepiar! Eles estão se apresentando em São Paulo e ainda passarão por Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Quem quiser mais informações, é só clicar AQUI Ó!

Não deixem de ir!

Skol Sensation 2013: INNERSPACE!

Ano passado eu comecei o post falando sobre o Skol Sensation 2012 assim: “Há 3 anos seguidos eu começo o ano com uma certeza: ir no Skol Sensation! Participo do evento desde a primeira edição e a cada ano que passa gosto mais. E ó, sempre rende ótimas histórias”. Fui, foi incrível e aqui estou, em 2013 e já pensando no meu look branquinho.

skol1Hoje participei da Coletiva de Imprensa da festa. O pessoal da Skol contou pra gente todas as novidades que vão rolar na quinta edição do Skol Sensation e vou contar tudinho pra vcs (menos o lineup, que ainda não saiu, mas logo logo eu conto também!)

foto (1)Eu, @guicury e @andressaroeder


O tema desse ano é o INNERSPACE e promete transportar o público para uma jornada que conectará milhares de pessoas em uma mesma energia. Vai rolar uma Flor de Lótus, materializada no palco central, e sete momentos hipnotizantes programados para acontecerem ao longo da noite,  representarão os “chakras da energia”. Dizem que o Fábio Puentes fará um bico na festa também… Hahahaha! Brincadeira!

Sensation_Amsterdam_2011_AicoLind-26O palco principal terá dez metros de altura e pétalas iluminadas gigantes (imagina que lindo!), a estrutura do evento também é composta por elementos móveis: um sistema com 170 bolas retroiluminadas penduradas no teto que descem até a galera e sobem de novo, por diversas vezes, em diferentes momentos do show. Já to até vendo o povo piraaaando nisso! Hahahaha! E sabe o que eu descobri hoje lá? A mega cenografia montada nos 80 mil m² cobertos do Anhembi vem diretamente da Holanda. Tem base? Pensa no trabalho de trazer tudo isso!

IMG_3785Para esta edição, o Skol Sensation preparou grandes novidades:

1) WARM-UP: a festa começa antes mesmo de chegar ao Anhembi. O “pré” será no próprio metrô (em quatro estações), olha que demais! Isso nunca aconteceu no Brasil. O espaço será customizado e receberá elementos do evento, sem contar muuuita música boa.

2) Detectores Skol Sensation: será em forma de portal, logo após as catracas na estação Tietê. Ao passar por eles, as pessoas deverão apertar um botão. Uma luz verde e uma vermelha se acenderão alternadamente e se a luz verde permanecer acesa a pessoa será premiada, junto a um de seus acompanhantes, com upgrades dos ingressos (!!!) e serão levadas ao evento em grande estilo: de limusine.

3) Beats Club: foi um sucesso ano passado e volta esse ano! É uma pista de dança secreta dentro do Skol Sensation – e claro, volta ainda melhor e maior em 2013. O local será um segundo dancefloor do evento e proporcionará uma experiência sensorial que irá mexer com o público da festa. No ambiente, um dos diferenciais será o estilo musical, que contará com um line-up exclusivo, mais com o estilo deep house, compondo o lado mais edgy e trendy de Skol Beats.  Ainda sobre o Beats Club, como iniciativa inédita, a Skol levará todo o agito do espaço para outras capitais do Brasil. No mesmo dia da festa, uma casa noturna de cada cidade será “transformada” e os presentes terão uma amostra da experiência do Skol Sensation,  por meio de uma transmissão  live streaming do evento.

4) Degustação em primeira mão de um novo líquido de Skol Beats: o público de todas as áreas do evento terá o privilégio de experimentar o lançamento da marca, que tem como principal diferencial o teor alcoólico de 6,9%.

5) Jantar Diamond: será na cobertura do Shopping JK Iguatemi e contará com a assinatura do chef  Felipe Bronze que  desenvolverá um cardápio especial para o jantar tendo como base a desconstrução dos ingredientes da cerveja e a cor branca.

6) Exclusive Tables: instaladas em uma área de acesso restrito e com vista privilegiada do Skol Sensation, onde grupos de seis amigos terão espaço reservado e serviços de garçom exclusivo durante toda a noite. O serviço by air, mantido para essa edição estará disponível tanto para os ingressos individuais Diamond quanto para as Exclusive Tables, vendidas em grupo, nas quais os vôos exclusivos para o grupo serão feitos no sofisticado helicóptero Augusta (a Ferrari dos helicópteros). A compra deverá ser feita diretamente com o concierge do Skol Sensation por meio de um email (custa 12 mil dinheirinhos pro grupo! Se alguém aí for, ME LEVA!)

7) Experiência Skol Sensantion: universitários fãs do Skol Sensation terão mais um motivo para comemorar. Nesse ano, o evento selecionará estudantes para participar de toda a preparação da festa. Para participar basta ter boa vontade, ser engajado e estar disposto a aprender. Não é necessária experiência prévia e as vagas disponíveis contemplam diferentes áreas. Ao final, o estagiário receberá um certificado de participação que comprovará a experiência de ter trabalhado no evento mais inovador do país (quero voltar pra faculdade djá!).

8) John John: o evento, que é considerado referência quando o assunto é moda e estilo, é famoso por seu dress code branco e, por este motivo, trata o assunto com primor. A prova disso é que para esta edição foi escolhida a marca John John, que por ter toda a sinergia com o espetáculo, será a responsável pela plataforma “moda” do Skol Sensation.

Skol Sensation em números:

  • Área total do evento: cerca de 80.000 m² COBERTOS.
  • Construção de uma arena suspensa para os camarotes com mais de 500 toneladas de aço e ferro.
  • Capacidade: 40 mil pessoas.
  • 7 containers vindos do exterior com cenografia e estruturas para o show.
  • Mais de 1000 refletores e moving lights de última geração.
  • Lasers multicoloridos de alta potência em 10 sistemas de programação.
  • Telões de 100m² de LED
  • Mais de 250 caixas de som, que geram 700 mil watts em 360º
  • 20 km de cabos
  • Efeitos especiais, fogos indoor e jatos de CO2
  • Equipe internacional de 40 pessoas entre eles, diretor criativo do show e produtores
  • 170 bolas de LED com programação independente, que dançam com a música
  • Palco central em formato de flor de lótus com 10m de altura com DJ girando ao redor
  • 04 mini-palcos com efeitos especiais e fontes de água colorida
  • Mais de 5.000 pessoas trabalhando diretamente na produção, montagem, desmontagem e operação do evento

Informações de Serviço:

Ingressos

Onde comprar:

– Pela internet: no site www.skolsensation.com.br

– Call Center Tickets for Fun: 11-4003- 5588.

O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 9h às 21h.

– 25 pontos de venda Tickets for Fun (não será cobrada a taxa de conveniência)

Endereços no site

– Bilheterias oficiais:

  • Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17955 – Das 12h às 20h.
  • Pavilhão do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Das 12h às 20h.

Diamond by air estará à venda apenas na Bilheteria Oficial e nos pontos de venda Tickets for Fun

Para saber as novidades sobre o Skol Sensation 2013 acompanhe:

No facebook: www.facebook.com/skolsensation

No twitter: @skolsensation

No site oficial: www.skolsensation.com.br

Lollapalooza 2013

Quem é vivo sempre aparece, né?! Depois de uma reviravolta na vida, voltei! E ainda voltei com um ótimo assunto na pauta: Lollapalooza! Aconteceu nesse fim de semana em SP e foi maravilhoso. Teve lama sim, teve frio e chuva mas também teve muita música boa. MUITA! Não tenho nada pra reclamar do festival (aliás, só uma coisinha: o som do Cake tava triste :/).

561297_10151520161574183_620930985_nSabe quando você não consegue voltar pra realidade? Pois é! Fico igual besta lembrando de todos os shows, de tudo que aconteceu e do taaaaanto que me diverti. Foram 3 dias incríveis! O primeiro já chegou com o pé na porta, com um MEGA show do THE KILLERS, e como é uma das bandas que eu mais amo, me acabei. Brandonzinho lindo conseguiu tirar do chão até quem não era muito fã.

644297_10151379336008441_1239502798_nDuvida que foi tão bom assim? Então assiste tudo e me conta:

Sábado perdi dois shows que queria MUUUUUITO ver: Alabama Shakes e Franz Ferdinand.  Acho que, pra aguentar 3 dias de festival, tem que respeitar os limites do corpo… E o meu não conseguiu ir pro Jockey Club cedo. Hahahaha! Mas cheguei pra ver QUEENS OF THE STONE AGE. Que fez o melhor show de sábado (É Black Keys, vcs eram os principais mas ainda precisam de arroz e feijão)!

543117_10151520161334183_744759089_nDomingo foi o melhor dia! Começou com Kaiser Chiefs, completamente alucinante e empolgante (viu aí em cima um malucão na torre de luz? Pois é! É o vocalista da banda) e continuou com THE HIVES, que fez todo mundo dançar e rir com as caras e bocas do Pelle Almqvist (vocal).

528413_10151520161134183_1819523050_nE depois de alguns bons minutinhos de espera… PEARL JAM! MEU DEUS DO CÉU! Eu não conseguia ficar parada, não conseguia pensar em nada, só queria ficar ali, ouvindo o Eddie (íntima) cantar pra sempre. Foi o melhor show do festival, com certeza! Filmei algumas músicas (as que eu conseguia ficar parada com a câmera hahahaha). Vou postar uma aqui e o restante vai pra fanpage, ok?!

Aff! Por que tem que acabar?

I ♥ SP!

Esta semana São Paulo comemora 459 anos! É a cidade que nasci e que me adotou de novo há (quase) 2 anos. E mesmo xingando, reclamando das chuvas sem fim, do trânsito e do caos diário, tenho muito motivos para agradecer.

Sao PauloPensando nisso, resolvi listar algumas coisas que são imperdíveis em SP. Aqueles lugares “todo mundo tem que ir”. São meus lugares favoritos, são os lugares que contam um pouco de história ou o destino certo para quem quer comer bem.

  1. Parque do Ibirapuera -> o parque é lindo, grande, convidativo e apresenta todo tipo de paulista: os muito ocupados, que só conseguem ir nos fins de semana, os boa-vida, a galera meio hipponga, os empresários-esportistas, a turminha que vai pra namorar e os que só passam pra tomar uma água de côco. Dá pra alugar bicicletas, andar de patins, jogar bola e paquerar muito!
  2. Mercado Municipal -> já fiz um post falando dele aqui ó. O Mercado misturas os sabores do mundo e tem uma super especialidade: o famoso sanduíche de mortadela. Tem que experimentar! foto-56
  3. 25 de março -> tem muvuca e muita confusão, mas é irresistível! A 25 de março é uma rua lotada de lojas que vendem para outros lojistas. Ou seja, lá o preço é ótimo! E além de reunir oportunidades maravilhosas pra gente gastar dinheiro, fica no centro da cidade, então tem muita coisa legal pra quem curte arquitetura.
  4. Rua Oscar Freire -> outra rua muito conhecida pelo comércio, mas beeeem diferente. Não tem confusão, nem gente gritando “olha o pen drive, carregador, carregador, olha o dvd“… Tem muita loja legal, marcas super famosas e uns lugares delicinhas para tomar um café ou um sorvete (loja conceito da Magnum é uma PERDIÇÃO!)magnum_edit
  5. Beco do Batman -> uma vielinha escondida que ganhou o coração da galera (principalmente hipsters!). Já foi cenário de campanhas publicitárias, ensaios fotográficos, festas e: instagram, claro! Vale muito a visita, é quase uma galeria a céu aberto, com paredes inteiramente dedicas ao grafite.
  6. D-edge -> curte música eletrônica? Tem ânimo pra ficar na balada até amanhecer (ou mais!)? Então você precisa conhecer a D-edge! A estrutura é incrível e a música sempre da melhor qualidade.
  7. Museu da Língua Portuguesa -> amo o Museu da Língua Portuguesa. Amo! Acho que é o meu favorito aqui em SP. É super interativo e as exposições especiais são sempre muito interessantes e bem montadas (pena que a última vez que fui só estavam com as fixas). Dá pra conferir aqui a programaçãofoto
  8. Pinacoteca do Estado -> é só atravessar a rua do Museu da Língua Portuguesa. Então dá pra fazer dois passeios muito legais em um único dia. A Pinacoteca é LINDA. O prédio é lindo, a estrutura é formidável e andar por ali é uma delícia. Obras lindas e exposições muito interessantes… de encher os olhos! foto (1)
  9. Pateo do Collegio -> mais um cantinho especial do centro. O Pateo (com 450 anos de história!), é sede de diversos eventos, casamentos, abriga o museu, a cripta de José de Anchieta e a igreja onde fizeram a primeira missa da cidade!
  10. Cinema do Shopping Cidade Jardim -> gente, queria ter tempo de ver todos os filmes na sala Bradesco Prime. Sério. É demais! A poltrona é quase uma cama, super confortável e enoooorme. A sala ainda tem um serviço incrível. Você pode pedir seu vinho e sua pipoca com azeite trufado e o garçom leva quentinha, na hora do filme pra você.
  11. Bar Salve Jorge -> que a Vila Madalena é cheia de bares legais, todo mundo sabe. É quase “sem erro” ir pra lá pro Happy Hour ou no fim de semana. Ok, mas sabia que o Salve Jorge tem as melhores caipis (na minha humilde opinião!)? Junto com as frutas gostosas, eles colocam um picolé pra ornar. Muito show! Fica ali no meio do vuco-vuco, na Rua Aspicuelta.
  12. Empório Syrio -> não é o lugar mais lindo , nem com a fachada mais convidativa, mas é uma das esfihas mais gostosas que eu já comi. Sempre que vou na 25 de março, tenho que passar por lá. Você ainda pode encontrar do básico ao inusitado da culinária árabe, como o melaço de romã ou o tahine. Fica na Rua: Com. Abdo Schahin, 136 – Centro.
  13. Casa 92 -> baladinha de gente bonita, bons drinks e música boa, a Casa 92 é um dos meus destinos favoritos nos fins de semana. E eles levaram o conceito de “casa” ao pé da letra. No meio da balada você encontra móveis, geladeiras, mesas de jantar e cômodas. Também tem um jardim de inverno e quintal super charmosos, ótimo pra ver a lua (já que estrela aqui é quase impossível!).
  14. Restaurante Dona Florinda -> um restaurante de comida portuguesa familiar, localizado em Santana. Ainda não tive a oportunidade de conhecer o local (mas vou!), só que já experimentei algumas delícias da casa onde trabalho. Se você curte bacalhau, tem que ir (aqui o endereço!)! Aproveita e pede a “punhetinha de bacalhau”, cheio de duplo sentido e de sabor! 282685_381810495206077_2092575878_n
  15. Feira na Praça Benedito Calixto -> a feirinha funciona todo sábado e é uma mistura de brechó, antiquário, achadinhos e comidinhas. Dá pra comprar discos raros, moedas antigas de outros países, óculos legais, brinquedos antigos e muitas outras coisas. Virou ponto de encontro da galera também, é o destino certo para a cervejinha gelada de sábado a tarde. Funciona das 14h30 às 18h30, na Praça Benedito Calixto.

E você, o que gosta de fazer em SP?

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: