Arquivo para a categoria “Receitas”

Panela na cozinha: creme de palmito!

Preciso contar uma coisa pra vocês antes: eu amo palmito! Amo muito. Digo até que viveria de palmito, melancia e milho cozinho, só pra vocês terem noção de como gosto. E como não posto receitinha por aqui há algum tempo, resolvi unir uma paixãozinha e o frio delícia que está em São Paulo num caldinho pra lá de bom. E o melhor: o caldo de palmito é bem quentinho, gostoso e light! Um dos meus preferidos, com certeza. AND: super fácil de fazer ;)

INGREDIENTES:

  • 1 vidro (550g) de palmito sem água
  • 1 cebola média picada
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 xícaras (chá) de leite desnatado
  • 2 cubos de caldo de legumes
  • 1 litro de água fervente
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 1/4 colher (chá) de pimenta-do-reino branca, moída na hora
  • 1 colher (sopa) de cebolinha picada

MODO DE PREPARO:

Corte o palmito em pedaços pequenos. Numa panela média, em fogo alto, doure a cebola no azeite. Acrescente o palmito e refogue por cerca de 5 minutos. Polvilhe com a farinha de trigo e mexa até começar a dourar. Junte o leite e o caldo de legumes dissolvido na água, aos poucos, sem parar de mexer e deixe ferver por 10 minutos. Acrescente o sal e a pimenta-do-reino branca. Transfira para uma sopeira, polvilhe com a cebolinha e sirva acompanhado de torradas.

  • Dica: Coloque uma pitadinha de noz moscada. Ganha um sabor super diferente e especial.

Tempo de preparo: 40min

Rendimento: 6 Porções

Dificuldade: Fácil

Calorias: 180 cal. (perfeito, hein?!)

Façam e me contem, ok?! Espero que fique tão maravilhoso quanto o meu. Hahahaha!

Anúncios

Comida di Buteco em SP, uai!

Pra quem não sabe, o Comida di Buteco é um evento delicinha que acontece em algumas cidades do país há alguns anos. Foi criado em 1999 e a primeira edição aconteceu em Belo Horizonte, no ano 2000. E eu, que sou doidinha com BH♥, ia sempre, pelo menos em 1 participante (comecei a frequentar em 2006). Então imaginem a minha felicidade ao saber que o bonde da alegria agora fará parte do calendário paulistano.

Pois é! O primeiro e MAIOR concurso de gastronomia de botecos do Brasil está prestes a estrear em São Paulo. Sucesso, não? Então anota aí na agenda: de 1º de junho a 1º de julho a paulistada poderá se esbaldar. Poderemos percorrer o circuito de 50 bares selecionados para participar. Serão 10 estabelecimentos em cada região da cidade (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro). Maaaaaas, a listinha de participantes só será revelada no dia 30 de maio. TO TENSA!

Funciona assim: O gastrônomo Eduardo Maya seleciona os botecos que farão parte do evento e depois os donos dos bares abusam da criatividade, bom gosto e segredinhos de cozinha da mãe para definir o tira-gosto.  A intenção é mostrar um panorama do cenário gastronômico de raiz na capital paulista, ou seja, haverá concorrentes italianos, japoneses, alemães, portugueses, nordestinos, mineiros, entre outros. S-U-P-E-R São Paulo!

Todos os bares participantes são avaliados em vários quesitos: qualidade do cardápio, atendimento, temperatura da bebida e higiene do local. O público dá uma nota no próprio bar e vota no seu preferido durante todo o evento. Jurados especializados também fazem o circuito. Aí no final, o mais querido é eleito o COMIDA DI BUTECO DO ANO! Legal, né?

E enquanto a coisa não começa por aqui, a gente baaaaba nas fotos das outras edições…

 

 

Ahhhhh, importante! Os estabelecimentos que participam do Comida di Buteco precisam criar um tira-gosto novo, com a exceção de São Paulo. Por se tratar de sua estreia, os bares paulistanos ainda não precisarão exercitar a criatividade por causa do concurso. Eles poderão indicar receitas que já existem no cardápio ;)

Vamos?

 

Receita de verão

Já ouviram falar do Gaspacho? É uma sopa fria de vegetais bem delicinha e óóóótima pro verão. Por quê? Ué, além de refrescante, o caldo tem pouquíssima caloria. Ou seja, de bem com o paladar e com a balança!

Ingredientes:

  • 1 Kg de tomates maduros, cortados em cubos grandes
  • 2 pimentões vermelhos, cortados em fatias grossas e sem sementes
  • 2 cebolas grandes
  • ½ xícara (chá) de aipo picado
  • 2 dentes de alho descascados e cortados ao meio
  • ½ xícara (chá) de ramos de salsinha, cebolinha e alecrim
  • 2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
  • 6 cubos de gelo
  • 2 pepinos lavados, picados com casca
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Coloque em um refratário os tomates, os pimentões, as cebolas, o alho, as ervas e o vinagre, seis horas antes de servir. Tempere tudo com sal e pimenta, misture, cubra com papel-filme e leve à geladeira. Bata as ervas no liquidificador com o gelo e o pepino. Misture tudo, acerte o tempero e sirva gelado. Para decorar, jogue por cima cubinhos de tomate e pimentão, bem pequenos.

Rendimento: 6 porções de 71 calorias cada.

Ó o biquíni do fim de semana sorrindo pra gente :P

Receitinha para o fim de semana

Há uns 3 dias a aba do blog do Felippe Sica, o Receitas para compartilhar, está aberto no meu navegador. Ai sempre que tenho um tempinho, fuço, vejo os vídeos e fico aqui BABANDO nas coisas que ele faz.

Bom, e já que o blog diz “receitas para compartilhar“, vou compartilhar com vocês a minha escolha pro fim de semana:

ENTRECOT AO MOLHO DE MOSTARDA COM RATATOUILLE

Entrecot ao Molho de Mostarda com Ratatouille from Receitas para Compartilhar on Vimeo.

Escolhi bem, não escolhi? Então não fica com água na boca, faça o seu Entrecot também. Parece bem fácil!

O famoso pão de queijo mineiro

Pra quem não sabe eu sou mineira. Sim, mineira. Nasci em SP, morei anos aqui, mudei pra Minas e sempre falei pra todo mundo que era PAULISTA. Voltei pra ‘capital’ esse ano e descobri que nascer e pertencer são coisas diferentes. Eu sou do uai, do pão de queijo, da casa de avó, de família reunida e das tardes na praça.

E, com todas as coisas boas que SP oferece, não tem um pão de queijo que preste! Lá em casa o freezer é cheio de massas congeladas e é assim que somos felizes: pão de queijo quentinho e manteiga derretendo.

Resolvi então compartilhar a minha felicidade com vocês: VAMOS FAZER PÃO DE QUEIJO?

E pra mim, receita de pão de queijo vem do caderno de receitas da avó ou da mãe, então tem que ser escrita a mão:

Modo de preparo:

Peneire o polvilho em um recipiente grande. Misture o leite e o óleo, ferva e escalde o polvilho, sovando bem (desfazendo as pelotinhas), deixe esfriar um pouco. Acrescente os ovos, um a um, e adicione o sal. Por último some o queijo ralado (se a massa ficar dura, acrescente aos poucos mais um pouquinho de leite). Unte as mãos, faça as bolinhas, coloque no forno moderado pra assar e APROVEITE!

Xô gordurinhas do fim de ano, XÔ!

Com certeza muita gente (eu!) exagerou nas festanças do fim de ano, né?!  Tá vai, dá pra fazer vista grossa e ignorar um pouquinho a dieta nesses feriados. Bebemos demais, comemos demais (DEMAIS!) e dormimos pouco. Ou seja, para começar bem o ano: DESINTOXICAÇÃO!

Benefícios da Dieta de Desintoxicação

  • Eliminar toxinas do organismo
  • Ativar a circulação
  • Limpar o intestino
  • Hidratar o corpo
  • Intensificar o funcionamento dos rins
  • Diminuir peso
  • Retardar o envelhecimento
  • Aumentar a vitalidade
  • Melhorar a produtividade
  • Reforçar a defesa do organismo
  • Prevenir infecções

Você não deve fazer essa dieta com o único objetivo de emagrecer. A intenção também é que, aos poucos, você inclua alimentos saudáveis e, consequentemente, elimine açúcares e gorduras em excesso. É importante lembrar que praticar exercícios físicos regularmente é fundamental pra um resultado ainda melhor.

ATENÇÃO! Essa dieta é de três dias: tempo necessário para seu organismo “levar um sustinho” e eliminar as toxinas acumuladas.

Consuma mais frutas, vegetais, alimentos naturais não-processados, sucos de frutas e vegetais frescos e fibras.  Sempre coma apenas o necessário para saciar a fome; nunca coma até se sentir cheio: lembre-se que você faz o tamanho do seu estômago. Inclua no cardápio:

Café da manhã

  • Pão integral ou bolacha integral
  • Requeijão ou geléia natural
  • Queijo branco e peito de peru

Frutas

  • Limão, laranja, maçã, banana, mamão, abacaxi, morango, manga e lima

Legumes

  • Brócolis, cenoura, pepino, tomate, rúcula, couve, alface e beterraba

Almoço

  • Arroz integral
  • Lentilha ou feijão
  • Batata e batata salsa
  • Milho verde
  • Peito de frango
  • Ovos
  • Peixe

Temperos

  • Azeite de oliva, alho, cebola, sal marinho, salsa e cebolinha

Bebidas

  • Água mineral
  • Água de côco

Quer um cardápio completinho? Clique AQUI. Aproveite também para fazer aquela esfoliação no corpo, aquela hidratação no cabelo, pra passar todos os cremes para cada pedacinho do rosto e ficar de bem com o espelho :)

 

Sorvete de cheesecake com calda de goiabada

Ontem uma amiga (beijo Érica!) me pediu umas receitas para a ceia de Ano Novo. Lembrei  de uma das sobremesa que minha mãe fez pro Natal lá em casa (e foi a mais gostosa) e PIMBA: foi a minha sugestão! E como sou muito legal, vou dividir com vocês esta delícia:

SORVETE DE CHEESCAKE COM CALDA DE GOIABADA

Sim, é a coisa mais fácil que existe no mundo! 

INGREDIENTES:

sorvete

  • 1 lata de leite condensado GELADAS
  • 2 copos de requeijão
  • 3 caixinhas creme de leite GELADO

calda

  • 200 g de goiabada (comum ou cascão)
  • 1 copo de água (aproximadamente)

PREPARO:

calda

Pique a goiabada em pedacinhos, coloque numa panela com a água e leve ao fogo até dissolver e virar uma pasta, mexa sempre. Se precisar, adicione mais água. Lá em casa foi calda de goiabada, mas com frutas vermelhas, amora ou jabuticaba também fica DELICIOSO. AQUI tem receita de uma calda de morango.

sorvete

Bata tudo no liquidificador, até obter uma mistura homogênea. Reserve. Unte uma forma redonda com a calda de goiabada e despeje a massa do sorvete por cima. Leve ao freezer por 5 horas, ou até endurecer. Para servir, desenforme o sorvete (para facilitar, aqueça a base da forma antes) numa badeja e voilá!

Quem fizer, me conta, tá? ;)

Moldando afeto

Semana passada o blog de um querido comemorou 1 ano de vida. O Moldando afeto é o blog de receitas/ culinária/ gastronomia/ afins mais lindo que existe no mundo! E foi com ele (blog e blogueiro) que aprendi várias coisas que sei hoje, por isso decidi fazer essa ‘homenagem’.

O Gui é meu amigo há alguns anos e além de cozinhar DIVINAMENTE bem, molda afeto não comestíveis. Com ingredientes pra alma, sabe? Ficamos com o coração satisfeito e com aquele sorriso de quem entrou num banquete.

E, como tudo que é bom a gente quer contar pra todo mundo, vou compartilhar com vocês um pouquinho do que tem no Moldando Afeto. Escolhi uma receita que eu AMO, é bem fácil e sempre me faz pensar no Gui (ele que me ensinou a fazer massa fresca).

  • 400g de fettuccine ou spaghetti
  • 4 gemas de ovo
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 150g de bacon picadinho
  • 200ml de creme de leite (de preferência o fresco)
  • sal
  • pimenta do reino moída na hora

Refogue o bacon na manteiga até que ele fique bem corado. Separe as claras das gemas, colocando-as em um bowl (as claras podem ser usadas para alguma outra receita).

Tempere as gemas com sal e pimenta do reino moída na hora. Cuidado com o sal pois a receita leva bastante bacon e ele já costuma ser salgado por si só. Junte o creme de leite e bata com ajuda de um fuet ou um garfo. Reserve.

Cozinhe a massa. Escorra e misture o bacon e o molho. Você deve se perguntar: as gemas ficam cruas no creme de leite? Sim. As gemas não podem cozinhar! Elas simplesmente esquentam quando você coloca o molho na massa e bacon quentes. Não se preocupe, fica uma delícia assim mesmo. Sirva com queijo pecorino ralado (ou parmesão). E não se esqueça do que dá nome ao prato: basta moer bastante pimenta do reino preta por cima. Se você não tem um moedor, coloque pimentas em grão dentro de um pano de prato e bata nelas com um martelo de cozinha, triturando-as.

Incrível, né? A receita original está aqui. E não deixe de visitar o Moldando Afeto sempre :)

Para cozinhar ouvindo:

 

Risoto do dia

Quem me segue no twitter (@gabialvarenga) ou no instagram vive reclamando das fotos que posto das minhas receitas. Falam que ficam com água na boca e sempre tem alguém pedindo receita.

Então pensei: “por que não inaugurar o blog com alguma coisa beeem gostosa?” E Voilá!

Risoto de shimeji e brie

 

Ingredientes:

  • 4 colheres de manteiga
  • 1 bandejinha de shimeji
  • 120 gramas de queijo brie
  • 50 gramas de parmesão
  • 1 1/2 copo de arroz para risoto
  • 2 xícara de vinho branco
  • 1 cubo de caldo de legumes
  • 2 dentes de alho
  • shoyo
  • sal

Modo de fazer:

1) Preparando o shimeji:

Separe os buquêzinhos e lave. Derreta 2 colheres de manteiga com um pouco de sal numa frigideira alta (faz menos sujeira). Despeje os cogumelos e dê uma refogada. Acrescente o shoyo (três colheres de sopa) e mexa por uns 3 minutos. Desligue o fogo e reserve.

2) O risoto:

Em uma panela ferva 1,5 litros de água com o caldo de legumes. Em outra, derreta a manteiga, refogue o alho e depois acrescente o arroz. Refogue bem e coloque o vinho branco. Quando o vinho estiver quase seco, comece a regar o risoto com a água fervente+caldo de legumes. 2 conchas de cada vez (entre as conchas espere a água quase secar, sempre). Mexa sem parar. Quando perceber que já usou metade da água, acrescente o brie e o shimeji, sempre mexendo. Continue regando o risoto, até perceber que está no ponto (o arroz tem que ficar al dente) e cremoso (talvez toda a água não seja necessária). Pra terminar, acrescente o parmesão e mexa até derreter.

 

Bom apetite!

Beijo.

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: