O tal do gostar

Às vezes a gente tem que gostar um pouquinho menos de alguém que gostamos muito. Quem sabe assim um outro alguém conquista o “pouquinho menos” e vira o dono do “muito”.

 

Porque é sempre assim. A gente se apaixona, cria expectativas, fica imaginando mil histórias e muda até a playlist do ipod. E é aí que não conseguimos enxergar mais ninguém na nossa frente. Todas as outras pessoas são chatas e desinteressantes e achamos defeito até em quem parece “bom partido”. Ou simplesmente não achamos tanta graça.

E quanto mais a gente gosta, mais se isola dos outros. E passam os interessantes, os legais, os apaixonados, os que seriam ótimos namorados, os divertidos e até os bonitões. Passam. Passam e a gente nem se dá conta. E não para de pensar. Não para de gostar.

Dessa vez decidi que não vou deixar passar. Vou tentar gostar um pouco menos. Vou deixar esse espacinho livre para alguém, no meio do caminho, conquistar. E conquistando o pouco, aos pouquinhos, toma conta do muito.

Anúncios

Navegação de Post Único

3 opiniões sobre “O tal do gostar

  1. Maria Raquel Brandão em disse:

    Powsha, Gabi… Tinha de postar isso essa semana?! rs.

  2. Laryssa Toop em disse:

    Gosteii mt mais eu queria ver textos de pedir perdão para uma amiga tipo pq eu naum conteii pra ella uma coisa então decidi pedir perdão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: